Segunda, 17 de Maio de 2021 13:37
61998647854
Brasil Fanatismo Político

Enquanto mortes por Covid-19 batem recordes, bolsonaristas vão às ruas

Apaixonados pelo presidente Jair Bolsonaro se aglomeram nas capitais brasileiras

14/03/2021 23h53
Por: Redação Fonte: Redação
Enquanto mortes por Covid-19 batem recordes, bolsonaristas vão às ruas

O presidente Jair Bolsonaro continua fazendo uma legião de seguidores em todos os cantos do país. São pessoas que ignoram as milhares de mortes causadas pelo coronavírus.

Manifestantes fizeram carreatas e atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra as medidas restritivas em várias cidades do país neste domingo (14). Parte dos participantes levou bandeiras do Brasil e alguns pediram intervenção militar e a destituição de ministros do STF.

Tanto o fechamento do Supremo quanto a intervenção militar são inconstitucionais.

Brasília - Em Brasília, um grupo de manifestantes fez uma carreata em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra as medidas de restrição impostas para conter o avanço da Covid-19. O grupo saiu da Torre de TV e seguiu pelo Eixo Monumental, em direção à Esplanada dos Ministérios. O ato foi convocado pelas rede sociais e causou impacto no trânsito. Os manifestantes se dispersaram pouco antes das 12h. A Polícia Militar acompanhou o ato e disse que não houve ocorrências.

São Paulo - Um grupo de manifestantes fez uma carreata pela capital paulista na manhã deste domingo a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) , e contra as medidas de restrição impostas pelo governador, João Doria (PSDB), para tentar conter a propagação do coronavírus no estado. O ato dos apoiadores de Bolsonaro terminou na Avenida Paulista, centro da cidade, com um protesto em frente à Federação das Indústrias do Estado de SP (Fiesp) pedindo intervenção militar com Bolsonaro.

Os militantes pediam ainda o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e o impeachment de Doria.

Rio de Janeiro - No Rio de Janeiro, os manifestantes se reuniram na Avenida Atlântica, em Copacabana, na Zona Sul da cidade. Eles protestaram contra as medidas de restrição impostas para conter o avanço da Covid-19 e em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Equipes policiais permaneciam no local, mas não havia registro de tumulto. O ato foi convocado pelas redes sociais.

Na cidade do Rio, as medidas restritivas estão em vigor até o dia 22 de março, deixando comércio, serviços e funcionalismo público com horários escalonados de funcionamento.

Dentre os gritos eufóricos, muitos trabalhadores criticando o lockdown implantado pelos governadores. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (18/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (19/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias