Terça, 24 de Maio de 2022 16:29
61998647854
Entretenimento Disputa comercial

Com sentimento de inveja, Heineken quer o mercado da Ambev

Heineken vai "chorar as pitangas" em órgão público e estaria supostamente prejudicando os negócios da Ambev.

26/03/2022 13h57
Por: Redação Fonte: Redação
Essa briga ainda vai longe, mas o que ninguém fala é baratear o preço
Essa briga ainda vai longe, mas o que ninguém fala é baratear o preço

O que era para parecer uma briga por mercado de produtos, está se tornando um verdadeiro dilema vergonhoso para a badalada marca de cerveja Heineken. A empresa foi ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) contra a tradicional distribuidora de bebidas Ambev.

A Heineken, cervejaria holandesa, pede o fim dos acordos e contratos de exclusividade com bares, restaurantes e boates executados por parte da Ambev.

Uma matéria publicada pelo O Globo, aponta que de acordo com o processo, a Heineken afirma que a concorrente 'abusa' de sua posição de líder do setor para restringir a competição de suas concorrentes por meio de "relações de exclusividade com pontos de venda em bares, restaurantes e boates mediante o fornecimento aos pontos de venda de pagamentos de luvas, concessão de descontos não lineares, oferta de materiais e outras bonificações".

A Heineken explica que a Ambev busca conquistar a exclusividade em estabelecimentos ‘premium’, localizados em regiões e bairros nobres das principais cidades do país.

Isso porque, de acordo com um levantamento feito em 11 capitais do Brasil, 90% teriam afirmado ter contratos de exclusividade, escritos ou não, com a Ambev. Alguns pontos de venda receberiam "bonificações e pagamentos em dinheiro".

Ao Cade, a empresa pediu uma medida preventiva que proíba a Ambev de firmar com novos estabelecimentos novos acordos (escritos ou verbais) que impeçam a atuação de suas concorrentes.

O que diz a Ambev diante da "invejosa" atitude da Heineken

Por meio de nota, a empresa diz que as praticas são regulares, respeitando a legislação concorrencial brasileira. Confira na integra:

As práticas de mercado da Ambev são regulares e respeitam a legislação concorrencial brasileira. Em 2020, o CADE atestou que o termo acordado em 2015 estava integralmente cumprido. Mesmo sem ter a obrigação, continuamos monitorando os mesmos indicadores em todas as regiões do país e eles seguem dentro do acordado anteriormente. Na Ambev seguimos com nosso compromisso de manter um ambiente concorrencial justo e para isso contamos, há mais de uma década, com um comitê formado por membros externos que acompanha nosso programa de compliance concorrencial.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 15h45 - Fonte: Climatempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 14° Máx. 28°

25° Sensação
20 km/h Vento
44% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 27°

Sol
Quinta (26/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 26°

Sol
Ele1 - Criar site de notícias