Sexta, 28 de Janeiro de 2022 13:44
61998647854
Brasil Marketing

Fazendo arminha, Bolsonaro gasta R$ 2 milhões no Twitter

Quando foi candidato, Bolsonaro sempre criticou o dinheiro usado em propaganda, mas agora "rasga dinheiro" nas redes.

12/01/2022 08h19
Por: Redação Fonte: Redação/Congresso em Foco
Crise de dinheiro no Brasil? só se for para o assalariado
Crise de dinheiro no Brasil? só se for para o assalariado

De 1º de janeiro de 2019 até agora, o governo de Jair Bolsonaro (PL) já desembolsou, através de agências de propaganda, exatos R$ 1.951.781,89 com impulsionamentos de publicidade institucional no Twitter. O valor representa cerca de 48,86% de R$ 3.994.345,41 pagos à plataforma desde 2015.

O órgão que lidera a lista de gastos com o Twitter é o Ministério da Saúde, com 88 contratos que custaram aos cofres públicos R$ 772.394,80 desde o início do governo de Jair Bolsonaro.

Vale lembrar que em 16 de janeiro de 2021, a plataforma sinalizou um post do Ministério, por fazer propaganda do tratamento precoce contra a covid-19, como informação enganosa e potencialmente prejudicial.

Desde 2015, porém, o órgão é o que mais investe em publicações no Twitter, com 204 contratos no valor de R$ 1.288.965,11.

A Presidência da República vem logo atrás na lista de despesas com a rede do passarinho azul. No período de 1º de janeiro de 2019 até esta quarta-feira (5), foram 57 contratos totalizando R$ 546.331,63 pagos ao Twitter Brasil Rede de Informação Ltda. Apesar disso, não é Jair Bolsonaro o presidente que mais investiu dinheiro para impulsionar posts no Twitter.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias