Sexta, 28 de Janeiro de 2022 13:52
61998647854
Esportes Parceria de sucesso

Depois do "fiasco" na Libertadores, resta ao Flamengo agradecer a parceria com o BRB

Depois da vergonha nacional, ao Flamengo restou comemorar apenas a parceria com o Banco de Brasília.

06/12/2021 16h45
Por: Redação Fonte: Redação
GabiGol não jogou
GabiGol não jogou "nada" na final da Libertadores

Que todo time de futebol deve, isso não é novidade para ninguém, mas o que muito brasileiro deve estar se perguntando é: como o flamengo pagará suas despesas depois da vergonha internacional que se submeteu ao perder do fraco time do Palmeiras na final da Taça Libertadores da América.

 

O time entrou em uma baixa difícil de recuperar e só restou um motivo: dar graças a Deus a parceria que tem com o Banco de Brasília, uma das fontes de renda que ajudam o time. A parceria com o BRB é a mais vitoriosa dos últimos tempos do "mengão" e os torcedores sabem disso.

Estima-se que o Flamengo tem hoje uma dívida líquida de pelo menos R$ 127 milhões por conta das negociações envolvendo jogadores. Isso não é para qualquer um.

Pela parceria com o BRB, o Flamengo acumula uma folga que tem rendido ao time alguns recursos financeiros na casa doa milhões, mas o banco também comemora suas conquistas. Nos últimos meses, o BRB conquistou a marca de 2,5 milhões de clientes por meio da Nação Fla, que é a parceria com o rubro-negro.

Com o país dificultando a gestão de muitas empresas, já que o governo federal segue numa tentativa de recuperar a economia de forma amadora e sem perspectivas positivas, ao Flamengo resta se ancorar no planejamento interno e rever sua política de investimento, bem como torcer para o BRB salvar o time de mais uma frustração nacional.

o time está endividado, sem jogador, com torcedores chateados e sem títulos. Para 2022, especialistas em gestão confirmam que o Flamengo terá sérias dificuldades de pagar essa folha de pagamento salarial que tem hoje em dia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias