Segunda, 06 de Dezembro de 2021 02:45
61998647854
Saúde Governo Federal

SOS de Ponta é o novo programa do Ministério da Saúde

No dia do Médico, Ministério da Saúde lança o “SOS de Ponta” para fortalecer atendimento em urgência, emergência e catástrofes.

20/10/2021 07h42
Por: Redação Fonte: Redação
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Um Sistema Único de Saúde (SUS) cada vez mais forte e com profissionais ainda mais qualificados. É com esse intuito que, no dia do Médico, o Ministério da Saúde lança o projeto “SOS de Ponta”. Com investimento de, aproximadamente, R$ 14,3 milhões, o objetivo é capacitar cerca de 10 mil profissionais de saúde para fortalecer ainda mais a atuação do SUS no atendimento a pacientes em situações de urgência, emergência e catástrofes.

Nas modalidades presencial e a distância, os cursos serão oferecidos a médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas e profissionais da Força Nacional do SUS. Profissionais de saúde que atuam na abordagem de pacientes críticos, profissionais que atuam no Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, gestores de unidades de saúde, bem como gestores estaduais e municipais também vão poder contar com cursos de reciclagem oferecidos pelo Ministério da Saúde.

“Nós sabemos que é nas urgências e emergências em que o paciente tem o risco maior de morte ou de complicações graves. Então, essa ação vem para qualificar melhor na ponta esses profissionais para atender melhor aos pacientes”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A iniciativa será operacionalizada pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES). Durante o evento de lançamento realizado na manhã desta segunda, a secretária da SGTES, Mayra Pinheiro, falou que o projeto vai apoiar ainda a estruturação de centros formadores dos Núcleos de Educação em Urgência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de todo o País para que formem profissionais com competências para um atendimento com condutas técnicas e qualificadas.

A ação também propõe a atualização dos protocolos de suporte básico e avançado à vida do SAMU, o que vai contribuir para uma gestão mais eficiente por meio de ações de educação permanente e ferramentas de apoio à tomada de decisão.

O projeto visa também a reformulação da Ação “O Brasil Conta Comigo – Profissionais da Saúde”, que constituirá um banco de dados com informações de profissionais qualificados e dispostos a atuar em situações de emergência e catástrofes. A iniciativa apoiará a Força Nacional do SUS no gerenciamento do banco de profissionais voluntários, bem como as gestões municipais e estaduais. A ideia é que as ações alcancem os melhores resultados para melhor atender a população em situações de emergência em saúde pública.

A iniciativa conta com uma parceria da Secretaria de Atenção Especializada em Saúde (SAES), por meio da Coordenação Geral da Força Nacional (CGFNS) e do Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgências (DAHU); do Sistema Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS); da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

Os cursos do “SOS de Ponta”

As capacitações serão realizadas por eixos, e o primeiro deles é composto por seis cursos básicos. Os cursos do eixo que trata sobre a abordagem ao paciente crítico nas urgências e emergências, serão oferecidos a médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, profissionais da Força Nacional do SUS.

São eles:

  • Suporte Básico de Vida
  • Suporte Avançado de Vida Cardiovascular
  • Suporte Avançado de Vida em Pediatria
  • Suporte Pré-Hospitalar no Trauma
  • Suporte Avançado de Vida no Trauma e Ventilação Mecânica

Serão ofertados, ainda, cursos de pós-graduação latu sensu. Eles compõem o segundo eixo focado na gestão de situações de emergência em saúde pública. Esses cursos serão oferecidos aos profissionais de saúde que atuam na abordagem à pacientes críticos; gestores de unidades de saúde; e gestores estaduais e municipais. São eles:

  • Gestão em Situação de Emergência em Saúde
  • Gestão Hospitalar para Situações com Múltiplas Vítimas
  • Comunicação em Emergência em Saúde Pública

As capacitações têm previsão para começar em dezembro deste ano.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias