Quarta, 20 de Outubro de 2021 12:39
61998647854
Política Ibaneis indicou

Deputados que sempre criticaram o IGES-DF aprovam indicação do novo presidente

Câmara Legislativa aprova general Gislei para presidente do IGESDF. Ele é velho conhecido do órgão. Com apoio de 15 deputados, o militar deve deve assumir nas próximas horas.

21/09/2021 21h13 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Redação
General deu a entender que vai
General deu a entender que vai "chegar tocando o terror na gestão"

Alguns deputados estavam bravos diariamente nas redes sociais em relação a saúde, mas na agenda de hoje, tudo estava calmo, ao estilo "chá de camomila". Isso porque a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou nesta terça-feira (21) por 15 votos favoráveis e dois contrários, o nome do general Gislei Morais de Oliveira para presidir o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF). Conforme levantado pelo DF Informa, ele deve tomar posse nas próximas horas.

Gislei foi indicado pelo governador Ibaneis Rocha e assume o cargo no lugar de Gilberto Occhi, que pediu exoneração em 30 de agosto. Durante esse período, o instituto vem sendo dirigido pela vice-presidente do IGESDF, Mariela Souza de Jesus. 

Votaram contra os deputados Fábio Félix (PSOL) e Leandro Grass (Rede). 

Votaram pela aprovação do general Gislei os deputados Arlete Sampaio (PT), Agaciel Maia (PL), Chico Vigilante (PT), Daniel Donizet (PL), Delmasso (Republicanos), Guarda Jânio (PROS), Hermeto (MDB), Iolando (PSC), Jaqueline Silva (PTB), Jorge Vianna (Podemos), Júlia Lucy (Novo),  Professor Reginaldo Veras (PDT), Rafael Prudente (MDB), Reginaldo Sardinha (Avante) e Rossevelt Vilela (PSB).

A deputada do Partido Novo, Júlia Lucy, sempre foi crítica ao governador e ao modelo de gestão do IGES-DF, mas hoje votou favorável e parece ter se rendido politicamente a gestão do governador Ibaneis Rocha.

Compromissos assumidos 

Na sessão, Gislei Oliveira assegurou que a gestão dele será pautada pela transparência e ética, dando ampla publicidade a todos os atos e contratos da instituição. Na área de recursos humanos, declarou não ter interesse em devolver servidores estatutários e que a contratação de celetistas seguirá o princípio da impessoalidade, conforme Manual de Contratação do instituto. Gislei fez questão de ler todas as normas contidas no documento. 

O general também firmou o compromisso de atuar com planejamento estratégico para evitar desabastecimento de insumos e medicamentos. Por isso, defendeu o uso do cartão corporativo, instrumento que permite adquirir insumos de baixo valor, que algumas vezes podem faltar por problemas alheios à atuação do instituto. 

Sobre as dívidas do IGESDF, o general disse que “só tem uma maneira de pagar a dívida: gastar menos, mas é preciso identificar onde é possível gastar sem gerar prejuízo à população”. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 12h39 - Fonte: Climatempo
29°
Nuvens esparsas

Mín. 17° Máx. 27°

29° Sensação
17 km/h Vento
48% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias