Quinta, 16 de Setembro de 2021 22:49
61998647854
Política Gestão da Saúde

Deputados distritais aprovam crédito para o IGESDF no valor de R$ 107,5 milhões

Deputados "brigados" com o governador Ibaneis Rocha ignoraram a importância do instituto e queriam seu fim.

09/08/2021 12h57
Por: Redação Fonte: Redação
Plenário da CLDF
Plenário da CLDF

Em sessão ordinária, a Câmara Legislativa, aprovou o projeto de lei 2056/21, do Executivo, que abre crédito suplementar ao Orçamento no valor de R$ 107,5 milhões. Os recursos serão destinados ao pagamento de pessoal e insumos do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF).

A proposta foi aprovada em segundo turno e redação final, com 16 votos favoráveis e dois votos contrários, e segue agora para a sanção do governador Ibaneis Rocha.

O projeto chegou a enfrentar resistência entre os distritais e muitas críticas foram disparadas contra o Instituto. Mas o líder do governo, deputado Hermeto (MDB), explicou que os recursos serão usados para o pagamento de cerca de 6 mil funcionários do IGESDF, entre eles médicos, enfermeiros e demais profissionais das unidades de saúde administradas pela instituição.

O deputado Delmasso (Republicanos) defendeu o modelo de gestão e ponderou que se a suspeita de corrupção justificasse a extinção do IGES, então a secretaria de Saúde também deveria acabar, assim como vários outros órgãos. Para ele, o modelo desburocratiza e eventuais erros podem ser corrigidos. 

O IGES-DF foi essencial no combate da pandemia e se não houvesse sua existência, o Distrito Federal poderia estar em um colapso na saúde. Esses fatores são ignorados por deputados opositores ao governo, que acabam misturando brigas políticas com um serviço essencial prestado pelo instituto.

Um artigo no projeto original permitia ao governador remanejar recursos do Fundo de Saúde do DF, sem a aprovação da CLDF. Mas o texto foi suprimido do projeto com a aprovação de uma emenda supressiva apresentada pelo deputado Eduardo Pedrosa (PTC).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias