Segunda, 06 de Dezembro de 2021 02:13
61998647854
Brasil 99Food

Pedidos de marmitas têm alta de 40% em Brasília

Dado é do app de delivery 99Food, que opera em Brasília desde setembro de 2020

22/07/2021 09h28
Por: Redação Fonte: Redação
Comidas chegam de moto ou bike
Comidas chegam de moto ou bike

De acordo com levantamento do aplicativo de delivery 99Food, neste primeiro semestre de 2021, a venda de marmitas cresceu 40% em Brasília, DF. Essa alta supera a de pedidos de hambúrguer e pizza, que até então costumavam ser os itens mais populares. “O movimento é positivo, pois o mercado de delivery sempre foi marcado pela compra de itens de indulgência, como pizzas na sexta-feira à noite e fast-foods aos fins de semana. Marmitas são consumidas por milhares de brasileiros e representam a comida do dia a dia, essencial, nutricional e até mesmo afetiva. Com maior saída é possível apontar que o delivery passa a ser incorporado no cotidiano das pessoas, sendo realmente usado para a alimentação diária”, comenta Pedro Gomes, diretor de operações da 99Food.

A pandemia de Covid-19 também é fator que tem impulsionado o número de pedidos. Uma pesquisa do Datafolha* encomendada pela 99Food revela que no Centro-Oeste, 68% dos entrevistados, de todas as classes sociais, passaram a pedir mais comida nas plataformas de delivery. Considerando que 63% pretendem manter os pedidos de comida por app, enquanto 20% planejam até mesmo ampliar a utilização no futuro, Pedro acredita que o hábito de pedir comida via apps veio para ficar.

Essa mesma pesquisa ainda traz outros dados interessantes. No Centro-Oeste, os pedidos durante o jantar representam 55% durante a semana e 61% aos sábados e domingos. Os pedidos no almoço já chegam a 22% de segunda-feira à sexta-feira e 27% aos sábados. O ticket médio por pessoa em um pedido é de R$ 27,47 (semana) e R$ 29,59 (sábado e domingo). 

Compre do Pequeno 

Desde setembro de 2020, quando teve início da operação em Brasília, a 99Food tem como característica o incentivo aos pequenos e médios restaurantes da capital, oferecendo alternativas para impulsionar o negócio, como a campanha “Compre do Pequeno”, que incentiva o consumidor a realizar pedidos em estabelecimentos de produtores locais, muitos dos quais vendem marmitas. A plataforma tem como política realizar repasses semanais aos proprietários de bares e restaurantes, uma vez que essa periodicidade contribui para a agilidade no capital de giro dos parceiros e para a economia de cidades pequenas. Taxas de adesão e manutenção também não são cobradas pela plataforma.

A 99Food também não exige exclusividade dos restaurantes, pois entende que devem e têm o direito de escolher com qual ou quais plataformas querem trabalhar. “A decisão é importante para a sustentabilidade de longo prazo dos negócios”, explica Pedro Gomes. 

Oportunidades

Para a 99Food, o país possui amplo espaço para conquistar novos consumidores, restaurantes e entregadores parceiros. Segundo Pedro Gomes, em mercados desenvolvidos, por exemplo, o de delivery de comida é maior do que o brasileiro. “Um dia em mercados maduros é 25 vezes maior que no Brasil e cerca de 80% de todos os restaurantes já estão cadastrados em aplicativos, enquanto aqui são apenas 30%. Há, portanto, um grande mercado a ser conquistado”, pontua.

Proprietários de bares e restaurantes interessados em se cadastrar no delivery da 99Food devem acessar o site https://food.99app.com/pt-BR/store. Já o público deve buscar o app nas lojas de aplicativos de seus smartphones. 

*Metodologia Datafolha: Pesquisa quantitativa, realizada mediante auto preenchimento online de questionário estruturado em painel de internautas, entre os dias 8 de abril a 7 de maio deste ano. Foram entrevistadas 1.515 pessoas (46% homens, 54% mulheres), distribuídas em todas as regiões do Brasil. Os entrevistados possuem entre 16 anos ou mais, pertencentes a todas as classes econômicas e que utilizaram apps de delivery de comida no último mês, anterior à pesquisa. A margem de erro máxima para o total da amostra é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias