Terça, 27 de Julho de 2021 00:18
61998647854
Dólar comercial R$ 5,18 -0.7%
Euro R$ 6,11 -0.41%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.92%
Bitcoin R$ 200.779,65 -3.121%
Bovespa 126.003,86 pontos +0.76%
Economia Queda nos negócios

Atividade econômica de microempresas e informais piora em junho

Índice SumUp do Microempreendedor registra queda de 12,04% em relação ao mesmo período de 2020; dados indicam que alta do PIB ainda não beneficiou os negócios de menor porte

22/07/2021 08h23
Por: Redação Fonte: Redação
Números mostram que empreendedores estão desassistidos
Números mostram que empreendedores estão desassistidos

A atividade econômica dos microempreendedores e profissionais informais segue em queda. É o que apontam os dados do Índice SumUp do Microempreendedor (ISM), que atingiu 75,43 pontos em junho deste ano. O número representa uma queda de 12,04% em relação ao mesmo período do ano passado.

O ISM é desenvolvido pela SumUp, fintech de soluções financeiras para microempreendedores e profissionais autônomos. Inédito no Brasil, o ISM mede a atividade econômica com base nos dados de negócios de empreendedores informais e microempresas de todos os estados brasileiros e de mais de 30 ramos de atividades distintos.

Apesar do crescimento do PIB do primeiro trimestre deste ano - que aumentou 1,2% em relação ao período imediatamente anterior - indicar uma melhora da economia, o ISM aponta que a atividade econômica para os negócios de menor porte ainda continua fraca.

Este é um importante indicador econômico para o País, uma vez que o Brasil possui 24,5 milhões de profissionais autônomos, segundo levantamento do IBGE realizado em 2020, o que representa mais de 11% da população nacional.

"O ISM é importante porque funciona como um termômetro da economia para uma parcela da população que nem sempre é levada em consideração nos levantamentos econômicos. Neste caso, os números mostram que o cenário ainda é desafiador para os microempreendedores e os profissionais informais", explica Carlos Grieco, diretor de meios de pagamento da SumUp.

"Apesar da recuperação da economia sinalizada pelo crescimento positivo do PIB, os valores do ISM de junho mostram que os micro, pequenos e médios negócios não estão sentindo essa retomada. A recuperação dessas empresas será mais lenta, pois é atrelada ao desemprego e, consequentemente, ao consumo. Enquanto não houver uma recuperação do emprego, os micro, pequenos e médios negócios devem continuar operando com bastante dificuldade", acrescenta Renan Pieri, professor da Fundação Getúlio Vargas e responsável por formular o índice.

Em relação a maio deste ano, o ISM registrou queda de 5,09%. Na ocasião, o Índice ficou em 79,47 pontos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 00h05 - Fonte: Climatempo
16°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 27°

16° Sensação
4 km/h Vento
59% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Quinta (29/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias