Quarta, 16 de Junho de 2021 21:14
61998647854
Esportes Futebol na pandemia

Copa América da Covid: Bolsonaro se reúne com membros da Conmebol

Organizadores do torneio saíram contentes da reunião, mesmo o Brasil registrando mais de 470 mil mortos por coronavírus.

06/06/2021 00h20 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Redação
Bolsonaro e Rogério Caboclo em encontro em Brasília — Foto: Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro e Rogério Caboclo em encontro em Brasília — Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro participou na noite deste sábado de uma reunião do Conselho da Conmebol na qual se discutiu a realização da Copa América no Brasil, marcada para começar dia 13 de junho e ameaçada por causa de protestos de jogadores.

Na reunião, realizada por teleconferência – portanto apenas por voz e não por vídeo –, Bolsonaro transmitiu para a Conmebol a mensagem de que o governo do Brasil está pronto para colaborar na organização do torneio. O presidente permaneceu por alguns minutos e depois se retirou.

O recado do governo brasileiro agradou os cartolas da confederação, que viram reforçada sua convicção de disputar a Copa América, ainda que alguns jogadores relutem em garantir que vão participar do torneio.

Antes da reunião, os capitães das dez seleções que vão jogar a Copa América foram sondados para participar do encontro, mas recusaram. Rogério Caboclo, presidente da CBF, participou da reunião como representante brasileiro.

Apesar do otimismo com a mensagem do presidente do Brasil, dirigentes das seleções sul-americanas também admitiram que o torneio enfrenta problemas. Cartolas de Brasil, Uruguai e Argentina relataram que enfrentam resistências internas quanto à realização da Copa América.

Durante o jogo da Seleção Brasileira na sexta-feira, o capitão do time, Casemiro, deu entrevista e se mostrou bastante aflito e preocupado, mas não deu detalhes de como será a manifestação dos jogadores até a próxima terça-feira. Com o semblante bastante aflito, Casemiro deixou no ar que talvez os jogadores possam se negar a participar do torneio, mas os detalhes mesmo, somente na próxima semana.

Brasil registra 1.184 novas mortes e ultrapassa 470 mil óbitos pela covid-19 > Com o registro de 1.184 novas mortes em decorrência da covid-19 entre a última sexta e sábado, o Brasil ultrapassou o marco de 470 mil óbitos ao longo de toda a pandemia: 470.968. Já a média diária de mortes — comparada com o índice de 14 dias atrás, que é o tempo comum para a manifestação da doença — ficou em 1.685.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias